BOLETIM DE OCORRÊNCIAS

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Funcionários do BRT Transoeste são presos por suspeita de desvio de R$ 60 mil


Polícia recebeu a denúncia de outros funcionários. Bilheteiro já foi transferido para o presídio Bangu 2, e vigilante foi solto e vai responder em liberdade


RIO - Um bilheteiro e um vigilante do BRT Transoeste foram presos em flagrante, por suspeita de desviar R$ 60 mil por mês da bilheteria da estação Salvador Allende, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. A prisão aconteceu neste final de semana, como mostrou o Bom Dia Rio nesta segunda-feira. A polícia recebeu a denúncia de outros funcionários. O bilheteiro já foi transferido para o presídio Bangu 2, também na Zona Oeste. Já o vigilante foi solto e vai responder em liberdade.

Pouco mais de um mês depois da inauguração do BRT, foi registrado em julho o primeiro assalto. Foi na bilheteria do Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, o mais movimentado do sistema. Numa ação rápida, um homem que afirmou estar armado, mostrando um objeto sob a camisa, rendeu uma funcionária, por volta das 19h, e levou R$ 300. O ladrão entrou na fila como se fosse comprar um bilhete. Ao chegar a sua vez, ele anunciou o assalto.
Acidentes têm sido constantes
Em pouco mais de cinco meses de operação, o BRT Transoeste já registrou seis mortes em acidentes na pista expressa. A última vítima, identificada apenas como Lediane, de 25 anos, estava na carona de uma moto que bateu em um ônibus. O acidente aconteceu na Avenida das Américas, sentido Santa Cruz, no Recreio, próximo à estação Gilka Machado. Segundo testemunhas, a moto teria avançado o sinal. A Secretaria municipal de Transportes (SMTR) informou que o ônibus tentou diminuir a velocidade, mas não conseguiu evitar a colisão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário