BOLETIM DE OCORRÊNCIAS

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

PAULINHO MARIMBONDO TOMA UM DERRAME NO CARVÃO


Polícia faz maior apreensão de drogas em Itaguaí

PARABÉNS AOS COMPANHEIROS DE FARDA.
POLÍCIA - PM faz a maior apreensão de drogas da história 1
Apreensão de entorpecentes surpreendeu até os policiais mais experientes. (Foto Divulgação)
Cálculos dão conta de que prejuízo do tráfico com a apreensão de todo o material deve chegar a R$ 1 milhão
Uma incursão de policiais militares do 24ºBPM (Queimados), na tarde desta quarta-feira (9), por volta das 13h, no Morro do Carvão, em Itaguaí, resultou, segundo os agentes, na maior apreensão de drogas da cidade. O sucesso da operação só foi possível graças a informações repassadas ao Disque-Denúncia.
Segundo a polícia, na ação foram apreendidas quase 24 mil trouxinhas de maconha, cerca de 38 mil sacolés de cocaína e 13.500 pedras crack. Além disso, também foram encontrados uma pistola 9mm, coletes à prova de bala e farta munição para arma de grosso calibre. Todo material foi encaminhado a 50ª DP (Itaguaí). Duas pessoas foram levadas a delegacia para prestar depoimentos.
Em entrevista na tarde ontem, o comandante da 5ª CIA/Itaguaí, capitão Fernando Barbosa, disse que operações como essa serão cada vez mais intensificadas. Ele aproveitou a ocasião para reiterar apelo à população para que continue ajudando o trabalho da PM, através de denúncias anônimas. “A cidade cresce e os problemas também, mas a polícia está atenta”, resumiu Barbosa.
POLÍCIA - PM faz a maior apreensão de drogas da história 2
Policiais transportando o material para a Delegacia de Itaguaí. (Foto Divulgação)
Quanto ao sucesso da operação, Fernando Barbosa atribuiu a uma denúncia, de acordo com ele, muito bem elaborada. “Com isso, começamos a investigar há um tempo. Felizmente, tivemos a colaboração dos moradores, de pessoas que são vítimas desses algozes. Sem colaboração a gente não consegue nada”, enfatizou.
De acordo com Barbosa, a denúncia que resultou na apreensão dava conta de três possíveis endereços. “O primeiro foi na residência de Jaques R1, traficante da comunidade. Chegamos lá, conseguimos avistá-los, porém ele conseguiu fuga pulando as casas e deixando cair uma pistola 45, munição e um rádio de comunicação. Dentro da casa estava a esposa dele, que foi conduzida à delegacia. Em seguida, fomos à casa do Leandro, onde apreendemos certa quantidade de drogas. A terceira denúncia revelou onde estava guardado, vamos dizer assim, o paiol das drogas, na beira da Rio-Santos”, revela Barbosa. “Sinceramente, esperávamos apreender uma grande quantidade, mas nos surpreendeu”, completou.
POLÍCIA - PM faz a maior apreensão de drogas da história 3
Fernando Barbosa: Ações como essa da polícia prejudica o trabalho do tráfico. (Foto Divulgação)

Prejuízo ao tráfico
Ainda, segundo o comandante da 5ª CIA, toda a droga iria abastecer os pontos de venda de droga nas comunidades do Carvão, Engenho, Wêda, e Teixeira. Ele diz acreditar que o prejuízo ao tráfico chegou a aproximadamente R$ 1 milhão. “Ações como essa da polícia prejudicam o trabalho do tráfico. Eu te garanto que em duas semanas eles não terão o que vender”, comemora. “Temos outras denúncias em andamento e vamos fazer incursões a qualquer momento”, prometeu.

Policiamento reforçado
Se por um lado o capitão Barbosa comemora o fato de integração polícia-comunidade resultar em operações de sucesso como essa, por outro ele reconhece que o reforço no policiamento também é fundamental para aumentar a sensação de segurança na comunidade. “Estamos com o policiamento reforçado na cidade desde o réveillon. A população de Itaguaí pode ficar tranquila. É aquela história, se criminosos vierem para rua para praticar crimes vão ser presos e apresentados na 50ª DP. Eles só têm duas escolhas: ou saem do crime ou vão ser presos”, concluiu.
O comandante da 5ª CIA insistiu na necessidade de as pessoas continuarem informando à polícia. “Quero mostrar para quem ainda tem dúvida do trabalho da PM, que a polícia de nenhuma forma pode ser conivente com algo de errado, o resultado está aí. A confiança na polícia tem que perdurar. O que chegar pra gente vai ser investigado”, enfatizou Barbosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário