BOLETIM DE OCORRÊNCIAS

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Operação sufoca tráfico no Engenho


Dois suspeitos presos durante operação que envolveu 20 viaturas e 30 policiais

POLÍCIA - Operação sufoca tráfico no Engenho
O MATERIAL apreendido durante a operação foi levado para a 50ª DP. (FOTO DIVULGAÇÃO)
Em sua rotina na guerra contra o tráfico de drogas em Itaguaí, policiais militares do 24ºBPM (Queimados) fizeram uma nova incursão por bairros da cidade e acabaram encontrando mais um arsenal que estava em poder de traficantes. Na tarde desta quarta-feira (30) por volta das 12h30, os agentes miraram em duas localidades do bairro do Engenho.
Primeiro foram ao local conhecido como Beco da 17, onde surpreenderam um suspeito portando um rádio transmissor. Na sequência da operação os policiais seguiram para a Rua 18, lá encontrando 412 trouxinhas de maconha, 55 sacolés de cocaína, dois rádio transmissores e um cinturão militar.
As operações contaram com a participação de homens do serviço reservado da PM, que antes fizeram uma varredura para conhecer a dinâmica de operação do tráfico na região. No momento do flagrante, os suspeitos ainda tentaram se livrar do material, mas foram abordados pelos policiais sem que conseguissem se livrar do carregamento.
Comandante da 5ª Companhia, o capitão Fernando Barbosa, que comandou a incursão, disse que ela foi denominada Operação Sufoco, com o objetivo de deixar clara a determinação da polícia de coibir a ação de traficantes na cidade. A mobilização contou com um comboio de 20 viaturas e cerca de 30 policiais militares.
No final, 13 pessoas foram levadas à 50ª DP sob suspeita de associação para o tráfico. Depois de confrontados os dados dos elementos com os arquivos da polícia, somente dois entre os detidos foram efetivamente presos. Um deles estava em liberdade condicional e tinha deixado de comparecer à Justiça para dar ciência de sua localização. Um outro elemento vai responder por associação ao tráfico por ter sido flagrado com um rádio transmissor em local e atitude suspeita.
O capitão Fernando Barbosa aproveitou o ensejo para enfatizar a necessidade de que a população continue colaborando com a polícia no sentido de denunciar pessoas em situações suspeitas. O serviço Disque-Denúncia atende pelo telefone 2253-1177 e não é necessário se identificar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário