BOLETIM DE OCORRÊNCIAS

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

QUADRILHA ESPECIALIZADA EM ESQUEMA DE ROUBO, RECEPTAÇÃO E DESMANCHE DE CARROS QUE AGIA EM VÁRIOS PONTOS DO ESTADO É DESARTICULADA (PARCIALMENTE).


Ação tem como objetivo cumprir 11 mandados de prisão contra bandidos acusados de diversos crimes

Rio - Uma quadrilha de milicianos especializada em esquema de roubo, receptação e desmanche de carros foi desmantelada na manhã desta sexta-feira pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público, a Coordenadoria de Inteligência da Polícia Militar, a Polícia Civil e a Polícia Federal e a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP). Denominada de Operação Ali Babá, o objetivo é cumprir 11 mandados de prisão preventiva contra os acusados. Também serão cumpridos 15 mandados de busca e apreensão.
Segundo as investigações, os milicianos têm envolvimento em latrocínio, roubo, peculato e adulteração de sinal de veículo automotor. Eles praticavam roubos e furtos de veículos e caminhões, revendendo em seguida para ferros-velhos e receptadores na região de Campos, além de roubos a casas lotéricas e homicídios encomendados.
A denúncia aponta que o líder da quadrilha é Hugo Jorge de Almeida Gonçalves, presidente da Companhia de Serviços Públicos de Cabo Frio (Comsercaf). O bando atuava no Rio de Janeiro, Baixada Fluminense e na Região dos Lagos e as investigações tiveram início a partir de um latrocínio cometido em julho de 2004, na Via Lagos.

Na ocasião, dois policiais militares transportavam R$ 6 milhões quando foram abordados pelos criminosos que realizaram disparos de fuzil. Valério Albuquerque Mello Filho morreu e o outro PM conseguiu fugir, se escondendo no mato. Os milicianos roubaram aproximadamente R$ 4 milhões.

fonte: O DIA ONLINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário